quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Nossa missão é fazer o bem




Sempre que passava na esquina da minha casa, via uma moradora de rua, cheia de bolsas, sentada em uma cadeira. Meu coração ardia e eu pedia à Deus uma maneira de ajudá- la. Alguém sempre lhe trazia comida, água e outras coisas. Mas, a necessidade dela era mais do que isso ( orava sempre por ela). A primeira vez que a vi de pé, sacudindo seus panos, observei o quanto era esguia e bela. Pensei que poderia ter sido modelo ou quem sabe alguém muito importante, tamanha era a sua elegância no meio de tantos trapos e sujeira. ( Mais uma vez , meu coração sangrou e eu pedi ao Criador por sua vida). Fiquei imaginando qual seria a história que a jogou na sarjeta e por diversas vezes me vi em seu lugar.
Havia uma beleza, não propriamente física, algo que não vemos em muitos rostos bem tratados e sorridentes por aí. Era algo que vinha de dentro. Uma beleza que a alma trazia para fora e conseguia cativar, mesmo sem palavras. Ficava sentada cantarolando e vez por outra, alguém parava para conversar com ela. Hoje de manhã recebi a triste notícia de que ela havia falecido. Vendedoras que precisaram abrir a loja, viram que ela demorava acordar e quando tocaram para acordá- la, perceberam que estava morta. Havia uma perfuração em seu peito. Tudo indica que foi assassinada. (Ainda não se sabe ao certo)
A história dela acabou assim. Fiquei triste por ela e por muitos que vivem nas ruas. Por muitos que por algum motivo perdem sua identidade, perdem seus sonhos, perdem seus amigos, perdem seu lar, perdem seu chão...
Que o criador nos ajude a ter empatia.

 Que Ele nos ensine a sentir a dor alheia e não apenas ficar entre quatro paredes esperando que algo aconteça.
 Há muitas vidas próximas de nós precisando das nossas orações, dos nossos cuidados e atenção.
Façamos o bem, ainda que nos pareça pouco. Para quem estiver precisando será de grande valia.
Paz!


A força da oração




Havia terminado o meu momento de oração e estava me arrumando para sair. O telefone tocou várias vezes antes que eu o atendesse. A voz chorosa do outro lado da linha , dizia ser o meu filho que estava sendo sequestrado. (Acho que muitos já passaram por isso). 
Perguntei a voz chorosa se ele tinha mãe e ele me disse que ela havia morrido. Perguntei se ele tinha família, ele me respondeu que sim, um bebezinho. Perguntei se ele sentia orgulho de fazer isso com pessoas que muitas vezes eram pessoas sofridas. Ele deu um risinho nervoso e me perguntou se eu era cristã. Perguntei se ele não tinha temor ao Criador, pois, Ele tudo vê e um dia pedirá conta de tudo o que fizermos. Ele ficou calado por uns segundos e me pediu para colocar o seu nome nas minhas orações, pediu para que eu orasse para que o seu" trabalho" fosse bem sucedido , pois ultimamente estava difícil arrumar dinheiro. Toda a sua família era evangélica. Enquanto, ele falava, minha cabeça girava.  
- Como assim? O seu trabalho é esse? Você quer oração para continuar enganando os outros? 
- Preciso muito de orações. -Ele afirmou e eu perguntei se podia orar por ele naquele momento. Acho que ele deve se lembrar da minha oração, todas as vezes que fecha os olhos e provavelmente está arrependido de ter ligado para mim( Nada acontece por acaso)
Minha oração não foi o que ele esperava, mas, tenho absoluta certeza de que de alguma forma, ele sempre lembrará que uma oração sincera, pode mudar uma vida, pois no final ele soluçava.

Obs: Não adianta orar para Deus abençoar o errado. Errado é errado e ponto...
★☆★☆
Eu creio no poder da oração!

terça-feira, 31 de outubro de 2017

força,fé e foco, sempre!




É bastante cansativo lutar pelos nossos objetivos. Mas, na vida nada é conquistado sem sacrifícios, sem suor e sem algumas lágrimas. 
Sacrifício de renunciar as nossas vontades e focar no alvo determinado. Sacrifício de exercitar a mente forçando-a acreditar, mesmo quando todas as circunstâncias são desfavoráveis. Sacrifício em continuar quando tudo o que se deseja é desistir. 
Correr sem desanimar, andar quando precisar e se arrastar quando as forças nos faltar, isso faz o corpo ir além do próprio limite. Causa frustração e angústia.
Lágrimas de cansaço, lágrimas de dores físicas e mentais. Lágrimas de desânimo, de solidão e busca. Mas, no final, quando conquistamos mais um degrau, percebemos que cada sacrifício, cada suor derramado e cada lágrima que nossos olhos verteram, valeu à pena. Então, estamos prontos para começar tudo outra vez... prontos para subir ...
É... viver é exatamente assim: um degrau por vez. Mas, vale à pena cada conquista, mesmo as menores. Mesmo as mais insignificantes.
Sim,  vale à pena!

Como não se apaixonar?




Ainda arrumando a bagunça dos pensamentos, arquivando os importantes. Jogando fora alguns que não acrescentam nada. Limpando as poeiras que teimam em grudar nas boas memórias...
 Relembrando o cuidado e o zelo do meu amado, meu grande e verdadeiro amor (Deus) por minha vida, em minha história, eu posso sentir o seu abraço. 
Agradecida! Imensamente agradecida por todo o seu cuidado e amor. Por sua proteção e direção. Por seu toque em minha alma e em meu coração. 
Na vida algumas vezes enfrentamos selvas, secas, desertos e mares revoltos. Enfrentamos guerras, travamos batalhas impiedosas, saímos feridos, cansados, esgotados. Mas, quando olhamos para cada passo que tivemos que dar, para cada luta que travamos, para cada deserto, selva, seca, mares que atravessamos, percebemos o cuidado e amor que Ele nos presenteou. 
Sim, apaixonada! Apaixonada, por esse cuidado que vem desde a formação dos meus ossos e irá além da eternidade.
Agradecida, por apesar das minhas imperfeições, Ele me aceita.
Ele é demais! Não é o chão que piso, pois, quem poderia pisá- Lo? Mas, é a minha essência, a minha dependência, o pulmão da minha alma. A força que me conduz. Tudo que sou, tudo que possuo. Tudo o que preciso, tudo o que desejo.
Ele é, e sempre será o maior e o melhor motivo da minha inspiração!
I ♡ U , My Lord. Thanks ♡