quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Deus é o culpado !



Quando algo não acontece conforme o planejado, temos a mania de dizer:"foi Deus quem quis assim". Mas será que foi mesmo Ele o responsável pelo nosso fracasso ou nosso sofrimento?

Estamos acostumados a responsabilizar o Criador por tudo o que acontece e muitas vezes não nos conscientizamos de que a maioria dos acontecimentos são frutos das nossas próprias escolhas. 
O Brasil está em crise não por causa de Deus e sim, por causa de políticos corruptos. A violência, o desemprego, a falta de respeito ao próximo, o caos no mundo, a fome. Ele é o culpado? O ser humano está sempre colocando a culpa em terceiros para tirar dos seus ombros o peso das suas próprias culpas. 
Todos nós escolhemos o caminho que queremos seguir na vida, essa escolha não garantirá o nosso sucesso, mas haverá consequências boas ou ruins. Deus não quer o fracasso, nem a dor de ninguém. Muito ao contrário, Ele é perfeito e a vontade dEle é a nossa felicidade.
Que tal revermos as nossas culpas? Que tal observarmos os frutos das nossas escolhas? Que tal voltarmos os nossos olhos para o nosso Redentor e entender que precisamos voltar a fazer a Sua vontade? Que tal assumir os nossos próprios erros?
Davi e muitos outros heróis da fé, reconheceram seus erros e os confessaram ao seu Criador e Ele os perdoou e os restaurou.
Ainda temos tempo de mudar, enquanto estivermos vivos!

Onde as minhas asas me levará?







Tinha tudo para ser apenas um sonho. Um desejo de uma mente que voa além da realidade. 
Tinha tudo para parar depois da realização, mas não existe gaiola que possa prender um sonho que cresce diariamente. Não existe correntes que aprisiona um pensamento que sentiu o sabor da liberdade. Não existe uma limitação para quem acredita no impossível. Tudo que há diante do olhar, é a certeza que dá para chegar onde minhas asas puderem me levar. 
Porque para Ele são todas as coisas. 






quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Sorte ou azar?



Em geral as pessoas atribuem o sucesso ou o fracasso á sorte ou a falta dela. Eu acredito que essa maneira de pensar bloqueia a criatividade. A ação diante dos desafios do dia a dia, fica paralisada e fragilizada. A sorte ou o azar tem muito a ver com as escolhas que fazemos. São consequências e não o acaso, pois não há sorte para quem faz as escolhas erradas e nem azar para quem faz a escolha certa.
Há apenas uma colheita das sementes que foram lançadas.

Começando agora!



Se não começarmos a construir o nosso futuro no nosso presente, amanhã olharemos para nossa vida e tudo o que veremos é a mesmice de hoje. Um tijolo colocado sobre o outro tijolo; assim foi construída as grandes muralhas. Um passo dado após o outro passo, se completa uma jornada. Um sonho seguido de planejamento, transforma uma vida comum em uma vida extraordinária.
Não basta só desejar, é preciso agir. Nossas atitudes de hoje é que farão a grande diferença amanhã. 
Se hoje não estamos plantando sementes nobres, amanhã colheremos frutos medíocres da mesma qualidade das sementes semeadas. Basta ser mais seletivo nas escolhas das sementes e então os frutos serão magníficos. 

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Papel molhado



Algumas vezes a vida nos amassa tanto que nos sentimos um papel amassado e molhado sem nenhum valor, cheios de dobras e craquelados, prontos para sermos jogados em um cesto de lixo. 
Pensamos que não haverá nenhuma função para nós. Mas o artista das nossas vidas, o Criador dos céus e da terra, pega esse papel amassado e molhado e o transforma em uma obra de arte espetacular. Fica impossível ver o craquelado da alma ou as dobras marcadas e rasgadas. Uma nova utilidade e um novo aspecto ganhamos. Cores vibrantes e tons variados, uma harmonia que jamais sonhamos.
Tudo o que nos resta é a lembrança remota do tempo que passou e a gratidão pelo tempo presente. Uma nova perspectiva pelo futuro.
Se nos sentimos um papel na chuva ou um ferro no oceano, com o mesmo poder Ele transforma o nada em uma obra de arte com valor incalculável. Uma peça única, exclusiva, cheia de detalhes e de entalhes.
Viver é simplesmente maravilhoso, e reconhecer a Soberania do Criador, não tem preço!
Cada dificuldade é um degrau que nos dá uma visão privilegiada do futuro que nos espera.